Primeira página

Desde o momento em que ensaiamos nossos primeiros passos, tem início um sutil e inconsciente movimento de inibição de nossa criatividade natural. Primeiro em casa, depois na escola e no trabalho, somos instados a andar em terreno já conhecido, seguir a tradição e não “fazer marolas”.

Este processo tem seu lado positivo, pois a vida em sociedade requer a observação de certas regras e costumes. No entanto, traz um efeito secundário pernicioso: o lento, mas inexorável, bloqueio de nossa curiosidade, imaginação e engenhosidade.

O DECLÍNIO DA CRIATIVIDADE

Pesquisa_criatividade

No livro “Ponto de Ruptura e Transformação”, George Land relata os resultados de testes realizados com um grupo de 1.600 jovens nos EUA. O estudo se baseou nos testes usados pela NASA para seleção de cientistas e engenheiros inovadores. No primeiro teste as crianças tinham entre 3 e 5 anos e 98% apresentaram alta criatividade; o mesmo grupo foi testado aos 10 anos e este percentual caiu para 30%; aos 15 anos, somente 12% mantiveram um alto índice de criatividade. Teste similar foi aplicado a mais de 200.000 adultos e somente 2% se mostraram altamente criativos..

George Land e sua colega Beth Jarman concluíram que aprendemos a ser não-criativos. O declínio da criatividade não é devido à idade, mas aos bloqueios mentais criados ao longo de nossa vida. A família, a escola e as empresas têm tido sucesso em inibir o pensamento criativo. Esta é a má notícia. A boa notícia é que as pesquisas e a prática mostram que este processo pode ser revertido; podemos recuperar boa parte de nossas habilidades criativas. Melhor ainda, nós podemos impedir este processo de robotização.

O desenvolvimento da criatividade requer que abandonemos nossa zona de conforto e nos libertemos dos bloqueios que impedem o pleno uso de nossa capacidade mental. Nas palavras do poeta Guillaume Apollinaire, temos de perder o medo de voar:

Cheguem até a borda, ele disse.
Eles responderam: Temos medo.
Cheguem até a borda, ele repetiu.
Eles chegaram.
Ele os empurrou… e eles voaram.

Convido-o a seguir comigo neste vôo e explorar as respostas a algumas questões importantes: Qual o significado de criatividade? O que sabemos sobre a criatividade humana? E como podemos usar este conhecimento para desenvolver nossa criatividade?

Num primeiro momento, nós abordaremos o significado dos conceitos criatividade, inovação e inteligência. Em seguida, analisaremos os diversos tipos de bloqueios mentais e como superá-los. Num terceiro momento, exploraremos diversas técnicas de criatividade e como você pode usá-las para o seu desenvolvimento profissional e para a solução criativa de problemas.

Acredito que todos nós, cada um a seu modo, somos capazes de realizações criativas em alguma área de atividade. Para isso, é necessário contar com as condições certas e com o acesso aos conhecimentos e habilidades apropriadas.

Há um processo que gera criatividade – e você pode aprendê-lo.
Twyla Tharp, dançarina e coreógrafa.

Indice de artigos
Artigos recentes

49 Respostas to “Primeira página”

  1. FRANCISCO C S DE JESUS Says:

    òtimo o texto

    Vejam como são as coisas,
    acabo de reler “FERNÃO CAPELO GAIVOTA”
    Ja não me lembro quantas foram as vezes que o reli,
    Faço isto periódicamente, sem espaço definido.

    ele tem muito a ver com o presente texto.

    Solicito que dentro do possível me enviem a seguencia deste principalmente as que tratam da criatividade inovação e inteligência.

    Muito grato pela leitura.

    Francisco Carlos S de Jesus

  2. Glaudistoni Felix Says:

    Sr Jairo Siqueira, boa tarde..
    Obrigado por ter nos graciado pelas sábias e intrigantes informações….teremos que mudar este quadro…eu sei e tenho pela convicção que não posso mudar o mundo.. mas posso mudar a mim mesmo…
    Att,
    Glaudistoni Felix

  3. GUI Says:

    Tio!
    It’s me! Primeiro os meus parabens pela mais do que brilhante iniciativa! Criatividade, para mim, de certa forma, é como quase tudo na vida:só se aprende criatividade, criando! E nada mais criativo do que criar um espaço sobre criatividade…redundancia em cima de redundancia?! Talvez(perhaps, but not necessarily)
    Estou aí para fomentar, aprender e criar, quem sabe também, ajudar, na construção desse canal. Para mim, criativade e conhecimento é mais do que a soma de todas as contribuições: È sua multiplicação. Boa sorte. E que seja só o começo (”aquecimento”). Ouvirá de mim muito em breve. Até logo! Fui!


  4. Gui,

    Conto com você. O objetivo deste blog é isto mesmo: promover o intercâmbio sobre a criatividade e mostrar como pode ser desenvolvida.

  5. Vinícius Says:

    Adorei o texto, principalmente pela perspicácia e articulação das palavras!

    Achei esta citação 1000:

    Cheguem até a borda, ele disse.
    Eles responderam: Temos medo.
    Cheguem até a borda, ele repetiu.
    Eles chegaram.
    Ele os empurrou… e eles voaram.

    Parabéns pelo Blog!


  6. Parabéns pelo Blog. Bons artigos, temas intrigantes…Quero acrescentar um outro estudo ao da NASA, que é o da Creative Edication Foundation : pesquisando índices de criatividade em pessoas de diferentes faixas etárias, eles observaram que a criatividade volta a crescer a partir dos 60 anos ! As hipóteses que procuram explicar esses resutados são:
    1. com a idade, as pessoas deixam de se preocupar tanto com a opinião dos outros
    2. as 60, as pessoas ainda têm muito pique, mas estão aposentadas… e mais livres para usar sua criatividade ! Interessante não é ? O resultado confirma as conclusões de Geoge Land, mas é lamentável para as empresas.
    Em tempo: é preciso saber com clareza qual a definição de criatividade desses 2 estudos e como ela foi avaliada.
    Abraços,
    Gisela Kassoy


  7. Gisela,

    Obrigado pelo seu incentivo. Quanto a questão da criatividade acima dos 60 anos, posso dar meu testemunho. Embora continue trabalhando como sempre trabalhei e não disponha de muito tempo livre, sinto que minha mente está bastante ativa e livre de várias restrições, como opiniões de outros, preocupações com acúmulo de bens, luta por poder no trabalho, etc. O resultado é que finalmente consegui tranqüilidade para escrever sobre criatividade, um sonho há mais de 10 anos.

    Jairo

  8. Éric Alexander Says:

    Encontrei hoje o seu blog e fico muito feliz de ter encontrado o que para mim considero um tesouro.
    Realmente não estou exagerando em falar isto pois, em meu trabalho utilizo exclusivamente a criatividade para gerar resultados e muitas vezes encontro dificuldades de uma mente fatigada com o dia-a-dia.
    Conhecia algumas técnicas mas estou vendo muitas coisas novas no seu site e com certeza elas irão me ajudar muito.

    Trabalho em uma agência de publicidade no departamento de criação e sou exigido muito neste sentido para produzir conteúdo criativo, com qualidade e em tempo muito curto.

    Agradeço muito pelo seu conteúdo.

    E gostaria de saber se posso enviar materiais para o senhor, quando eu tiver algum material digno para seu blog.


  9. Éric,

    Aguardo seu material. Seu comentário ressalta exatamente os propósitos deste blog: disseminar as técnicas de criatividade e apoiar as pessoas no desenvolvimento de suas habilidades criativas.

  10. Annatália Gomes Says:

    Querido Jairo,

    Quero agradecê-lo de coração esta idéia maravilhosa de criar este blog que no estimula a desafiar nossa inventividade e desbloquear o pensamento.

    Um carinhoso abraço
    Annatália Gomes

  11. Augusto Says:

    Sr.Jairo

    O texto é real e sentido a cada dia que vivo dentro da empresa que desenvolvo.
    Criar, inovar tem sido uma busca constante na Mocoplast, tenho ministrado muitos treinamentos neste sentido.
    Temos uma equipe formada que se reúne toda semana para criar e encubar ideias novas, às vezes até caminham juntos pela cidade para facilitar os disparos neuronais fixando mapas novos nos cérebros.
    Parabéns pela iniciativa.
    DEUS abençoe a todos.

    Augusto.mps

  12. Oscar Luiz Says:

    Obrigado pela visita.
    Visitou meu blog mais sóbrio, que embora tenha um conteúdo um pouco mais apurado, deixa um pouco a desejar no quesito criatividade.
    Tenho outro, com conteúdo menos profundo, mas é onde exercito e experimento um pouco mais de criatividade.
    Acho que criatividade é o diferencial do século XXI. Em um mundo competitivo e pouco especializado, a criatividade é quem faz a diferença.
    Um grande abraço.
    Com mais calma, volto pra conhecer os seus arquivos.
    Tenha um bela e produtiva semana, que ora começa.


  13. Caro Oscar,

    Aguardo sua volta e seus comentários.

    “e tem, ainda bem,
    os que deixam
    a vaga impressão
    de ter ficado”

  14. Kaká Says:

    Adorei o texto! Completíssimo e é o que pelo menos eu percebo muitas vezes: a curiosidade fica sufocada pelas responsabilidades!

    Muito bom!


  15. Olá Jairo!

    Tenho lido com muita satisfação os teus artigos, eu diria que tens a prudência de um Baltasar Gracián.

    Interessante, tenho pensando sobre esse assunto de criatividade e idade, mas nunca havia ligado o nome a pessoa, parabéns pela explanação, foi-me muito útil.

    Também escrevo artigos, os meus são sobre dificuldade de aprendizagem em relação a um software 3d que utilizo, inclusive, um artigo teu tem uma parte muito parecida com um que escrevi, impressionante!

    Feito o enaltecimento, deixo aqui meu muito obrigado. Sou grato pela informação e entretenimento que teus textos me regalam.

    Grande abraço e os melhores votos de serenidade para os teus dias.


  16. Cícero,

    Fiquei intrigado com sua referência a Baltasar Gracián. Vou procurar seus livros e depois voltamos ao assunto. Um grande abraço. Volte sempre.

  17. Roze Rodrigues Says:

    Olá Jairo….
    como Educadora concordo que a Escola inibi, muitas vezes, a criatividade, embora alguns projetos em escolas públicas parece começar a mudar esse cenário. Porém a criatividade em jovens surge dissociada da responsabilidade e organização, características pouco comuns entre jovens e adolescentes, então ocorre o famoso “oba oba” e a falta de continuidade de ações criativas.
    Porém, certamente encontraremos novos caminhos.
    Um abraço
    Roze

  18. silas Says:

    Eu achei muito imteresante porque asim eu me emteresso mais

  19. silas Says:

    nos achamos muito imteresante porque o comentario estava muito bom e foi legal


  20. Adorei
    Já olhei tosos os seus trabalhos e tenho gostado muito.
    Preciso de umas metáforas, via e-mail, se uder enviar, dico agradecida. Não esqueça de colocar a citação Bibliográfica.
    Muchas Gracias.
    Au revoir.
    So long.


  21. Mom Cherry
    se puder enviar sobre criatividade será bem vindo. Trabalho também com livros de Psicologia Educacional e Psicopedagogia.
    Porém, não envie mataerial sem referência.
    Thank you.
    Drª Sara


  22. Sara,

    Espero que volte sempre, pois tenho ainda muitos artigos no forno e que poderão atender seus interesses sobre o tema criatividade.


  23. Bela proposta Jairo. Tempo é necessário para navegar por aqui e melhor conhecer tudo que tens a oferecer. Voltarei quando Chronos me der uma trégua…

  24. Selda Says:

    Gostei do que li. Apelo, no entanto, para uma tendência comodista e meio derrotista que pode muitas vezes passar pela cabeça de quem tem nas mãos a responsabilidade de educar para o futuro, aquele que nos acolherá quando formos mais velhos. Como professora sublinho que a criatividade é vital no nosso trabalho e se a queremos transmitir devemos ser criativos tambem. Se não amamos, como queremos ser amados? Se não nos apaixonarmos pelo que fazemos, como ensinar a paixão?
    A criatividade é possivel nas escolas e na vida. O que é necessário é que cada um de nós acredite nisso e não fique à espera que alguèm a faça surgir. E os nossos alunos serão criativos se nós assim quisermos e se assim acreditarmos.
    E para alem do mais creio que a criatividade nasce assim todos os dias, quando acordamos e dizemos que há uma flor por aí nesse mar de coisas menos belas que às vezes sucedem. Inventar, eis a questão! Muito. Sempre.
    E ler, procurar ler. Tudo e muito e não ficar pelas citações e pelas metáforas. Por isso gostei do que li senhor Jairo. Sabe a experiência e a conhecimento, não cheira a lamechice à pressa.
    Referência muito útil: Anna Craft e jeffrey, Creativity in Education


  25. Cara Selda,

    Como é bom encontrar alguém que compartilha das mesmas idéias e tem os mesmos sonhos, e tenho encontrado muitas pessoas assim desde que comecei este blog.

    Obrigado pela sugestão de livro.

    Volte sempre, um grande abraço

    Jairo

  26. GUI Says:

    Tio, I’m back. Estou com uma novidade que, se voce não conhece, creio que pode achar pelo menos curiosa: comprei um livro (que começarei a ler em breve), e que fala da criatividade com um enfoque mais científico, como não dizer, psicológico. Título, “psicologia da criatividade”. Autor:Todd lubart. A editora me é bastante familiar:Artmed. Ela escreve muitos livros na área educacional e pedagógica, de modo que, se assim posso dizer, o livro foge um pouco,d igamos, do “delirio” que muitas vezes ronda livros desse gênero, no circuito da administração, e fala mais “friamente” e cientificamente, do que de fato, ocorre, porque ocorre e quando ocorrem os processos e etapas da criatividade e sua(s) natureza(s). Não li ainda, mas folhiei… Se estiver curioso ou interessado, pode ligar/escrever…Até bem breve, bye, bye.


  27. Gui,

    Fiquei curioso sobre o livro. Me empresta depois de ler?

  28. Suzana Says:

    Salve, Jairo! Parabéns pelo seu trabalhoe pelos artigos.
    Estou cursando o 9º período de Psicologia/Saúde na Educação e, ao visitar o seu site, identifiquei boa parte da teoria estudada na disciplina “Criatividade e Práticas Aducativas”. Porém, os contextos aqui são tratados de forma clara e precisa a partir da sua contextualização, a qual é expressa por uma linguagem de fácil compreensão e interpretação que, além de ser original, (logo) criativa, não perde o seu caráter científico. Portanto, acredito que ” se fazer compreendido por uma comunicação simples, elegante e exata é mais uma característica de pessoa criativa”.
    Desejo-lhe muita luz e sucesso!
    Abraços.
    Suzana Fina


  29. Suzana,

    Este é o melhor feedback que eu poderia receber. Quando me propuz a criar este blog, a minha grande dúvida foi se seria capaz de comunicar um tema tão complexo de uma forma simples, mas sem perder seu caracter científico. Pela reação de vários leitores, até agora tenho conseguido. Muito obrigado e um grande abraço.

    Jairo


  30. Muito elogiado, também com esse potencial, não é brincadeira não. Além de inteligente é criativo.
    Meus sinceros parabens!
    Drª Leila Sara

  31. Reinaldo Calixto Says:

    Parabéns pelo seu trabalho. Ser criativo é isso ai, continue asim.

  32. Enari Says:

    Este site é muito interessante, o Paulo fez uma pergunta que eu iria fazer, então posso usar o artigo à vontade, desde que eu divulgue o endereço http://criatividadeaplicada.com.
    Muito bom, não devemos deixar de alcançar nossos objetivos, sonhos, idéias.

    Enari


  33. Prezado Jairo,
    foi com muita satisfação que descobri e explorei o conteúdo do seu site. Sou professor de Marketing e venho buscando referências sobre criatividade que possam ser aplicadas às minhas aulas e palestras. Peço permissão para usar seus apontamentos e descobertas, bem como para divulgar o seu site.
    Você costuma dar palestras ? Alguma marcada ?
    Parabéns. Abcs
    Norivaldo Carneiro


  34. Norivaldo,

    Pode usar meus artigos; só peço que faça a referência a fonte e divulgue o site entre seus contatos. Faço palestras sob demanda. Não costumo fazer palestras abertas.

    Abraços.

  35. Boris Raichel Says:

    Jairo Siqueira!

    Qual é, e como realizar, o caminho mais curto para desenvolver Soluções Criativas de Problemas para uma pessoa como eu, na faixa próxima dos 70 anos, devidamente comprovadas?
    A técnica do Creative Problem Solving é uma delas? Aonde consegui-la, se for o caso?

    Abraços

    Boris


  36. Caro Boris,

    A técnica do Creative Problem Solving é uma excelente opção. Há uma publicação sobre a técnica cujo título é Creative Problem Solving – An Introduction, de Donald J. Treffinger, Scott G. Isaksen e K. Brian Dorval. Pode ser comprado pela Amazon.com.

    Abraços,

    Jairo

  37. Bruno Silva Says:

    Olá!

    Bom blog!! Parabéns!

    Também escrevo sobre alguns destes temas.

    Visite o Inovação & Marketing… http://www.inovacaomarketing.com

    Abraço

  38. Anna Says:

    Oi Jairo:
    Gostei do blog e do post. Muito bom.
    Até mais.

  39. Pedro Seixas Says:

    Ola Jairo
    primeiramente parabens pelo blog e tambem por esse post que fala de um problema que é muito importante principalmente no meu caso que trabalho com a criatividade. gostaria de ser avisado de novos posts sobre o assunto etc…
    obrigado

  40. Selma Says:

    Jairo parabéns pelo assunto e forma abordada.

    Vejo a criatividade como um dom, alguns com uma facilidade incomparável. Com um simples circulo é capaz de criar inúmeras outros desenhos, dando cor, acrescentando traços, capaz de um simples circulo criar um cata-vento que ao bater os olhos você até pode jurar que se mexeu.

    Outros nem tanto, circulo é um circulo. São pessoas mais racionais. Mas podemos deixar a imaginação voar, criar situações novas em casos de desafios, criarem abordagens novas em casos de educação. Ser criativo com inteligência. Isso pode ser resgatado ou incentivado.

    Desenvolver o talento inspirador com visão e perspectiva radiantes e iridescentes. Romper os bloqueios e deixar que a alma se encha de luz para expressar todo o significado interior. Assim como o corpo precisa de ar a alma precisa de inspiração.

    Resgatar a vitalidade anímica e não deixar os atos mecânicos sufocar a criatividade. Restabelecendo a paixão pela vida abrangendo todas as áreas profissionais.

    Grande abraço amigo.

  41. Iraci Espinheira D'aguiar Says:

    Jairo,PARABÉNS!!!!!!

    Estava pesquisando sobre criatividade e te encontrei. Estou concluindo o curso de Pedagogia e o tema da minha monografia é ”A IMPORTÂNCIA DA CRIATIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS”. Não preciso nem te dizer, mas já dizendo, que encontrei informações úteis nos teus escritos. Quero te parabenizar pelo excelente e ”criativo” tema e pela facilidade de se navegar pelo site (links). Concordo com Paulo Freire quando ele diz que ninguém ensina ninguém, ninguém aprende sozinho, nós aprendemos uns com os outros. Aprendi muito com você. Realmente, hoje mais do que nunca, a criatividade faz toda a diferença, principalmente para os excluídos. ABRAÇÃO!!!!!!

  42. marcilio henrique Says:

    olá! jairo.

    estou muito contente em conhecer seu
    blog. parabéns!

  43. Eliane Jesus Says:

    Interessante o conteúdo do seu site.Podemos realmente mudar a nossa forma de viver e passar a ver a vida por vários ângulos apartir da criatividade.Continue fazendo isso.Abraços

  44. Marília Says:

    Nossa! Que site bacana! Parabéns!

  45. Jairo Says:

    valeu xara adorei isso espero continuar tendo mais atualizacoes
    o tema e muito interesante
    nada melhor q usar ou melhor agora recuperar la creatividade perdida valeu

  46. aurelio de carvalho vieira Says:

    prezados srs.temho uma inovação para as bicicletas ou seja uma invenção de uma nova bicicleta a do futuro que andaria sozinha gostaria de entrar em contato com um inventor que me ajudaria a desenvolver o projeto e fabricar ficaria muito agradecido desde ja estou no ramo de bicicletas desde 1971 possuo uma microempresa de vendas e reposição de peças para bicicletas desculte se não entrei na página devida porem pesquisei no google novas invenções e inovações de bicicletas e entrou esta página obrigado aguardo resposta


  47. Caro Aurelio,

    Este site tem o somente propósito de disseminar as técnicas de criatividade. Não tenho os meios para ajudá-lo com sua invenção.
    Abraços

  48. Milton Silva Says:

    Sr. Jairo, gostaria se possível que me informasse algo mais sobre a autoria dos estudos sobre Mapas Mentais e Restrições Neurológicas/Sociais/Individuais. Até o momento nas pesquisas que tenho feito na Internet não tenho achado algo consistente.


  49. Milton,

    Mapas mentais: acho que o melhor livro sobre MM é o de Tonny Buzan em inglês. Não me lembro do título, mas basta pesquisar por Buzan.

    Sobre o outro assunto, se você se refere aos bloqueios à criatividade, os melhores livros que conheço:

    James L. Adams: Idéias criativas – Como vencer seus bloqueios mentais
    Todd Lubart: Psicologia da criatividade
    Teresa M. Amabile: Creativity in context


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.